A BSAA e o exército mexicano colaboram em uma operação conjunta com a participação de Chris Redfield na busca de um terrorista conhecido como Glenn Arias, procurado internacionalmente pela venda ilegal de armas biológicas. Além dele, ambas as equipes também devem encontrar uma agente da BSAA, Cassy White, e seus dois filhos. Chegando à mansão de Arias, que é claramente uma cópia da mansão utilizada no primeiro jogo da franquia, eles se dividem pelo local, mas logo são dizimados. Chris sobrevive e se encontra com Arias pessoalmente. Ambos lutam, mas Chris perde e é deixado para morrer, rodeado por uma horda de zumbis que também inclui a desaparecida agente White e seus filhos. Para sua sorte, Chris é resgatado por um helicóptero que mata todos os zumbis.As motivações para a loucura e vingança do personagem Glenn Arias são explicadas em um flashback que acontece logo na cena seguinte, mostrando Arias e uma mulher chamada Sarah se casando em uma capela. Obviamente tudo dá errado, e sem dar muito mais detalhes, digo apenas que uma tragédia ocorrida ali culminou na distorção da realidade do personagem. O filme pode ser classificado como terror puro em sua primeira parte durante a missão na mansão de Glenn, um pouco de drama e aventura no segundo ato e ação desenfreada na terceira e última parte do filme.

O visual dos personagens e cenários foram muito bem construídos. Chris e Leon estão com a mesma aparência do jogo Resident Evil 6, já que a história parece se ambientar logo após os eventos do mesmo. A personagem Rebecca Chambers é que mais sofreu mudanças, dando uma impressão mais adulta a ela. Seu retorno foi importante e aqui ela se encaixa muito bem à trama. Chambers se tornou uma pesquisadora de doenças virais e também é consultora da BSAA.A ambientação é fantástica, principalmente nos minutos iniciais que passam muito bem a ideia do medo do desconhecido que os personagens estão sentindo ao adentrarem mais e mais a fundo os cômodos da mansão. A CG está impecável e o filme parece quase tão bonito quanto Final Fantasy: Kingslave XV, que utiliza uma tecnologia muito parecida.As animações de ação do filme estão muito fluidas deixando tudo muito dinâmico. Leon parece o John Wick e botando algumas cenas lado a lado, é possível perceber que a produtora copiou na cara dura a coreografia do filme John Wick para fazer as cenas de combate contra os zumbis. Falando ainda de Leon, fiquei decepcionado com a decisão de manterem ele ainda como o “imortal” da história. Chega a beirar ao ridículo, uma vez que o personagem não comete falhas, não perde e nem teme nada. Agora a cena mais sem noção do filme se passa em uma ponte, com Leon de moto sendo perseguido por cachorros zumbis. Os malabarismos do personagem não procuram apresentar qualquer realismo e a física aqui se vê inutilizada, principalmente quando um cachorro morto faz dois carros voarem e explodirem ao passarem por cima do mesmo. Outro fator importante a citar é falta de preocupação do herói em deixar que os civis ao volante em sua volta acabem morrendo, principalmente quando ele simplesmente joga uma granada para trás só para explodir um cachorro que já estava morto. Uma cena lamentável e de pura ação desenfreada que não precisava estar neste filme. Chris aqui é crível e aceitável em todos os momentos do filme, além de ser importante para a trama, mas Leon foi apenas jogado em cena para agradar os fãs.Resident Evil: Vendetta agrada os fãs com Leon e Chris, além de trazer de volta do limbo uma personagem muito legal que já protagonizou um dos jogos mais importantes da série. A CG é impecável, mas a história nem tanto. As cenas de ação com Chris focam no realismo e dão profundidade ao filme enquanto todas as cenas de ação de Leon fazem o filme beirar ao ridículo. Mesmo com seus erros e acertos, Vendetta é muito melhor que qualquer live action da série produzida por Hollywood e com certeza todos os fãs de Resident Evil preferem uma adaptação feita com essa tecnologia de CG de alta qualidade.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s