Silent Hill é um jogo de survival horror publicado pela Konami e desenvolvido pela Team Silent, lançado para o PlayStation em 1999. O jogo possui visão em terceira pessoa e ambientes tridimensionais. Os desenvolvedores usaram a névoa e a escuridão para disfarçar as limitações de hardware do console naquele tempo. Ao contrário dos jogos anteriores de survival horror que se concentravam em protagonistas com treinamento de combate, o personagem jogável de Silent Hill é apenas um homem comum: Harry Manson.

Silent Hill recebeu críticas positivas e foi um sucesso comercial. O jogo é considerado um dos mais importantes do gênero survival horror, focando em um estilo de terror psicológico que enfatiza a atmosfera e o obscuro, além de possuir uma temática demoníaca. A sequência direta da história do jogo, Silent Hill 3, foi lançada em 2003, enquanto seu predecessor Silent Hill: Origins, foi lançado em 2007.

Utilizando uma mistura de alienígenas, monstros, demônios e realidades paralelas, Silent Hill conta inicialmente a história de Harry Mason e sua esposa, que encontraram um bebê deixado na beira de uma estrada e o adotaram como se fosse sua filha, dando-a o nome de Cheryl. Mesmo após o falecimento de sua esposa, Harry continuou criando a menina com muito afeto.

Logo no começo do jogo, Harry Mason e Cheryl estão saindo de férias e passam pela estrada que leva à pacata cidade de Silent Hill. Estranhos eventos ocorrem antes que eles entrem na cidade. Uma policial dirigindo uma motocicleta ultrapassa os dois de carro e, alguns minutos depois, Harry vê a moto caída na beira da estrada e a policial não é vista no local. Distraído pelo que vê, Harry não percebe uma garota que subitamente aparece no meio da estrada. Ele tenta desviar, mas derrapa o carro e desmaia com o acidente. Ao retomar a consciência, Harry percebe que sua filha desapareceu e durante a busca desesperada pela garota, se vê envolvido pelo mal que assola Silent Hill, sem saber que planos para o sacrifício de Cheryl já se encontram em andamento.

Outro ponto forte do jogo são os sons bizarros e músicas tenebrosas que tocam durante o jogo, escritas e compostas por Akira Yamaoka. Em momentos específicos, também há o silêncio total e inquietante que deixa qualquer um de cabelos em pé, pois fica claro que algo de muito ruim pode acontecer. 

Silent Hill é um dos melhores jogos já feitos para o Playstation. Tem elementos que certamente não irão agradar a todos, com uma história irreal e aparentemente sem pé nem cabeça, mas que requer bastante atenção e a reflexão do jogador para compreende-la por completo. Seus puzzles muitas vezes não apresentam um grande desafio, mas o medo gerado pelo ambiente e pela trama assustadora com certeza o prenderá do começo ao fim. Se você aprecia temas mórbidos, muita melancolia e uma história diabólica e surreal, Silent Hill é com certeza o jogo certo para você.

Anúncios

Deixe uma resposta