A filha dos Bakers, Zoe, teve o início de sua história explicado no DLC Gravação Proibida Vol. 2. O “meio” da história ficamos sabendo pelo jogo base. Agora, com o DLC “End of Zoe” é explicado o que aconteceu com ela realmente.

Zoe Baker está prestes a morrer. A equipe de Chris Redfield está em busca dela e dois membros a encontram. Porém, o tio dela, Joe Baker, acaba achando Zoe e os dois soldados. Joe interpreta a situação de forma errada e tenta salvar Zoe a todo custo. A partir disso, a trama se desenvolve ao redor de Joe procurando desesperadamente uma cura para Zoe.

A parte final do DLC pago não é o que esperávamos, tanto em termos de jogabilidade quanto a trama. Embora o nome implique que seja sobre Zoe Baker, ela mal faz parte disso. Joe é o protagonista, e é provavelmente o cara mais grosseiro e forte da familia, dando conta dos Mofados somente na base da porrada.

Na primeira vez que você joga não há armas de fogo, mas em vez disso, é preciso bater nos monstros até a morte com suas mãos nuas. Isso pode ser um tanto absurdo se considerarmos que estamos falando de um Resident Evil, mas a verdade é essa e o jogo segue de forma totalmente linear desse modo até culminar em dois confrontos grandes com o chefão do DLC.

Mas antes de iniciar essa loucura, o jogador precisa aprender os golpes e combos logo no inicio. Os botões do punho esquerdo e direito trabalham de forma individual, enquanto que um bloqueio permite a chance de contra-ataque. É fácil perder de vista seu inimigo durante o combate, mas após sua derrota, há sempre o momento de grande alegria.

Há também um elemento discreto e novo para o DLC, que é a chance de atirar lanças em jacarés e outros inimigos de quatro patas. “End of Zoe” ocorre um pouco depois de “Not a Hero” e, portanto, é cronologicamente o capítulo final de Resident Evil 7.

O DLC dura em torno de 1 hora e meia, não é bem o que se esperava, mas ainda assim trouxe uma mecânica nova e divertida para o jogo. Assim como em “Not a Hero”, o jogo fica muito mais atrativo se jogado com um Playstation VR. Curiosamente, “End of Zoe” é uma experiência valiosa, mas é um desfecho um tanto estranho para a saga Resident Evil 7.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s