A escritora Lauren S. Hissrich, responsável pelo roteiro da adaptação de The Witcher pela Netflix, vem usando seu Twitter para atualizar os fãs sobre o desenvolvimento da série.

Agora, a roteirista revelou alguns dos personagens que serão vistos na adaptação, oferecendo uma breve descrição para cada um, e confirmando que a série da Netflix será realmente baseada nos livros, e não nos games da CD Projekt Red.

Confira:

GERALT

Estoico. Circunspecto. Equilibrado. Feroz. Em um pequeno lugar em seu coração é também gentil e fofo, mas ele nunca revelará esse lado.

YENNEFER

Fogosa. Orgulhosa. Astuta. Contraditória. Busca preencher um buraco em seu coração que é ter uma família, embora ela jure que está bem sozinha. Mas nós a amamos justamente por ser independente e ao mesmo tempo vulnerável.

CIRI

Resiliente. Implacável. Em crescimento. Ela vai mudar o mundo, e irá ter medo, ser corajosa e aprender a se adaptar, encontrando uma família que possa caminhar ao seu lado não importa o que aconteça. E que talvez, apenas talvez, lhe ensine o significado de amor.

JASKIER

Extravagante. Não consegue calar a boca. Leal. Esconde-se atrás do exterior de um idiota, quando na verdade ele é o guardião das aventuras de Geralt (ainda que exagere no próprio heroísmo) e das verdades do mundo, o que significa que ele é muito mais importante do que percebemos.

TRISS MERIGOLD

Destemida. Idealista. Insegura. Jovem, ingênua e sem a confiança das feiticeiras, o que significa que ela pode ser manipulada, mas quando finalmente transcende, ela tem a chance de ser amada.

CAHIR

Em conflito. Carismático. Caçado. Puro de coração. Apesar de jovem, ele é como uma relíquia de uma época mais simples, quando cavaleiros em suas armaduras reluzentes conquistavam as donzelas, mas agora diante da dura realidade, ele deve aprender o que significa ser realmente heróico e corajoso para os outros.

REGIS

Eloquente. Letrado. Caçado. O pior dos piores, que se transforma no melhor dos melhores, ou pelo menos ele se esforça para ser. É uma jornada incrível ver como um monstro viciado e malvado se torna a essência da “humanidade personificada”.

VILGEFORTZ

Mercenário. Conspirador. Faminto por poder. Cruel. Ele é a essência do mal escondida atrás de um aspecto belo, o que o torna muito, muito perigoso.

LEO BONHART

Sádico. Hedonista. Não existe razão ou redenção, apenas uma alma fria e brutal que deseja ser ainda mais fria e aterradora.

MILVA

Selvagem. Conciliadora. A epítome dos tons de cinza dos livros, que carrega um romance não correspondido e também uma inacreditável habilidade de matar. Mas também de lutar pela paz.

EMHYR

Imperialista. Cruel. Monárquico. Acima de tudo ele é um sobrevivente que passou a maior parte de sua vida fugindo, então não é de se admirar que anseie por poder. Afinal, o que é mais estável do que estar no topo?

A série de The Witcher pela Netflix ainda não possui data de estreia, mas o roteiro do episódio piloto já foi finalizado. Ao contrário da série de games, a série terá supervisão do próprio autor dos livros, Andrzej Sapkowski.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s