castlevaniasymphony1O Playstation 1 recheou a infância de muitos jogadores com obras maravilhosas, que hoje deixam saudade, Castlevania: Symphony of the Night é uma delas. Até hoje o jogo é tido como um dos melhores, tanto da série, quanto do console, tendo sido a sequela que mais ganhou versões e remasters.

Symphony of the Night se destacou em ser um 2D, em meio à onda de jogos 3D que estavam dominando. Com controles bem definidos, progressão por nível, armas que possuíam novos modos e uma nova forma de jogo, os jogadores o receberam de braços abertos, o que trouxe novos ares para a franquia, e ditou o futuro da mesma.

castlevaniasymphony9Pela primeira vez na franquia, os jogadores não estavam controlando alguém do clã Belmont, e sim o filho do próprio Drácula, Alucard. Symphony englobava ação, adventure e RPG em um mesmo jogo, também marcando a última aparição do 2D na franquia para os consoles caseiros, com esse estilo retornando apenas em portáteis ou remakes.

A história se passa quatro anos após os acontecimentos de Drácula X, e para quem não sabe o que houve, Symphony inicia momentos antes do fim do jogo, mostrando o confronto entre Richter Belmont e Drácula, finalizando com o desaparecimento do caçador. Em meio a tudo isso, Alucard desperta de seu sono de séculos e corre até o castelo em busca de seu pai, na tentativa de se vingar pela morte de sua mãe e o mau que faz a toda humanidade.

castlevaniasymphony7Como dito anteriormente, a jogabilidade possui de tudo, desde equipamentos de RPG, assim como invocações, Lvls, jogabilidade clássica de 2D de ação, uma pitada de exploração, e até mesmo as famosas meia lua de magia como em jogos de luta. E mesmo com todos esses elementos, tudo é intuitiva e relativamente fácil de se acostumar, mesmo exigindo todos os botões do PS1.

Entre as novidades, uma das mais bem-vindas é a possibilidade de equipar diversas armas, como espadas, escudos, adagas entre outros, fugindo do velho chicote tradicional, assim como os já conhecidos itens secundários. Além das armas, é possível adquirir habilidades conforme a progressão no jogo, que vão de transformações, pulo duplo, até grudar no teto. Mesmo assim, o jogo não se tornou mais fácil, mas com certeza, mais divertido e diversificado.

castlevaniasymphony5A parte gráfica em nada perde para seus concorrentes, mesmo no estilo 32 bits, tudo é muito bem polido, e a adição de algumas CG’s só se faz engrandecer. A artwork é bonita de se ver, toda a ambientação, com um ar gótico e sombrio, puxa o jogador para aquele mundo totalmente imersivo.

A área sonora do jogo é impecável, podendo ser considerada uma das melhores OST’s já criadas. Todas as melodias são belas, com tons sombrios e fortes, ainda contando com alguns remakes de sons anteriores melhorados. Inclusive a dublagem americana foi muito bem aceita, tendo a marcante fala “Die Monster! You don’t belong in this world!”, se tornado muito conhecida entre os jogadores.

castlevaniasymphony3Symphony of the Night é um jogo que prende seu público, podendo ser jogado por horas sem ficar cansativo, e com tantos segredos por trás das paredes do castelo para se desvendar, é quase como se o jogador fosse hipnotizado pelo próprio Drácula.

castlevaniasymphony8

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s