Draugen é o novo título da Red Thread Games, publicado pela Dreamfall Chapters, que nos leva a idílica Graavik, na Noruega, em busca de uma mulher desaparecida. O jogo foi lançado no dia 29 de maio de 2019 para Steam.

Edward Charles Harden é um acadêmico que chega à aldeia de Graavik em busca de Betty, sua irmã desaparecida. O jogo é uma espécie de aventura investigativa em primeira pessoa assim como um simulador de caminhada, e o que fazemos é explorar a pequena aldeia. Segundo a última pista, Betty, que trabalhava como jornalista em Nova York, teria viajado para a Noruega para uma investigação. Ao lado de Edward, está Lissie, sua aprendiz, uma garota excêntrica e hiperativa.

Lissie é justamente o oposto de Teddy, sempre agitada e empolgada com novas descobertas. Entretanto os personagens são quase um só, tornando o diálogo entre eles o motor da narrativa, que inclusive é muito bem escrito, fora a dublagem impecável e realistica de ambos os personagens. Vale ressaltar que o jogo não possui dublagem e legendas em português.

Edward possui alguns conflitos internos a serem resolvidos durante a trama, porém falar mais sobre isso seria estragar toda a surpresa. Entretanto, aguarde algumas reviravoltas interessantes. Logo de cara, Edward e Lissie descobrem que os habitantes da ilha simplesmente sumiram, e coisas realmente assustadoras vão tomando conta do jogo quando eles descobrem, através de cartas espalhadas pelas casas, que houve um assassinato de uma menina naquele lugar. As coisas parecem desandar de vez ao encontrarem um corpo enforcado em uma árvore no alto de um monte, e o sino da igreja começa a tocar de repente.

A história se passa na década de 1920 e os detalhes da época são vistos no ambiente de maneira muito bem construída. A equipe certamente fez um ótimo trabalho no visual do jogo, utilizando a Unreal Engine, que sempre é responsável por maravilhas gráficas.

A jogabilidade é um tanto quanto simples. É possível interagir com qualquer coisa apenas com um clique de um mouse, seja para coletar objetos, escolher entre algumas idéias para comentar com Lissie ou sentar para desenhar uma paisagem. Também podemos verificar nosso jornal onde pode haver informações, como cartas que tiramos, as paisagens que desenhamos ou o mesmo mapa da cidade que será criado à medida que formos explorando o cenário.

Draugen, mesmo sendo um tanto curto, possui uma história bastante interessante, que prende o jogador com seus mistérios. As vezes, Lissie se teletransporta de maneira bastante estranha, mas tirando isso, o jogo é livre de bugs e a caminhada vale a pena, embora a história da aldeia seja mais interessante do que a do próprio protagonista. Com uma pegada de suspense, e as vezes um pouco de terror, Draugen é obrigatório para os fãs de narrativas interativas.


Prós

+ Ambientação fantástica

+ A trama é muito bem construída

+ Ambos os protagonistas se complementam perfeitamente

+ Acontecimentos que prendem o jogador do inicio ao fim


Contras

– Um tanto quanto curto



NOTA FINAL: 10.0 / 10.0

Jogo analisado na Steam com código fornecido pela Dreamfall Chapters.

Anúncios

Deixe uma resposta