Code-Vein-Imagem-7Após alguns anos de desenvolvimento, o tão aguardado SoulBorn no melhor estilo anime acaba de ser lançado. Code Vein é desenvolvido pela Bandai Namco e foi publicado para PS4, Xbox One e PC via Steam.

Se engana quem pensa que esta é apenas uma cópia dos grandes títulos do mesmo estilo, Code Vein possui vida e atributos próprios, desde o próprio estilo visual, baseado em animes, com uma criação de personagem para ninguém botar defeito, até uma trama bem característica das famosas produções orientais, recheada de reviravoltas, grandes poderes e transformações, e não satisfeito em apenas entregar qualidade visualmente, o título apresenta uma bela e tocante história de sobrevivência e amizade.

Code-Vein-Imagem-5Somos introduzidos à trama já de inicio, descobrindo que uma rainha má foi derrotada, mas antes de sucumbir ela espalhou uma praga pelo ar, transformando quase todos os cidadãos em Revenants, algo como um vampiro neste mundo, eles são imortais, mas devem se alimentar de sangue ou se transformarão em criaturas temíveis.

De pronto pode parecer que o jogo não apresenta muita dificuldade, o que gradativamente vai evoluindo até não ser possível atravessar algumas áreas sem mortes, seja por conta dos inimigos que desferem golpes poderosos quais dizimam sua barra de vida, pelas quedas em passagens estreitas ou até por ataques surpresas que podem vir de praticamente qualquer canto.

Code-Vein-Imagem-1O combate é de longe o ponto mais forte do game, fluido e com mecânicas interessantes, o jogador terá à disposição algumas novidades no gênero. O personagem principal que se cria é o típico ponto fora da curva, existe algo que apenas ele possui de diferente dos outros, o que o torna fundamental para resolução dos problemas apresentados. Neste caso, o protagonista é o único que pode adquirir mais de um “código de combate” graças ao seu sangue incomum, estes códigos são o que tornam o combate tão diferenciado, e dependendo do escolhido, a jogabilidade será completamente diferente, desde habilidades próprias de cada código, até abordagens e armas que serão favorecidas.

O protagonista é preparado com dois slots para armas, que variam entre espadas, martelos, baionetas e algumas outras boas opções, infelizmente é obrigatório que se carregue os dois slots com algo neles, o que acaba criando problemas com o peso suportado pelo personagem. Além disso, se equipará um manto chamado de “Véu”, que fornecerá defesa e a habilidade de drenar energia dos inimigos, o véu fica por cima das suas roupas, possuindo diversos estilos e status.

Code-Vein-Imagem-3Os personagens são bem característicos de animes, com personalidades bem marcadas, acompanhadas de visuais que condizem com as mesmas. É inegável o sex appeal atribuído às personagens femininas, muitas vezes vistas com poucas vestimentas, que não fazem sentido neste mundo, porém mesmo com essa característica, poucos são os momentos que seus atributos físicos são expostos propositalmente, estando lá mais para quem quiser olhar.

O level design inicialmente é repetitivo, os primeiros mapas pouco apresentam de diferença entre si, mas é algo que também se corrige com o avanço do jogador, belas estruturas, caminhos alternativos e segredos vão tomando o lugar de áreas apenas rochosas e devastadas. O mesmo ocorre com os inimigos comuns, basicamente no inicio o jogador enfrentará monstros de espada, escudo ou atiradores, com o tempo, e dificuldade, inimigos irão infligir diversos status negativos, e virão nas mais variadas formas, como escorpiões humanoides, torres que lançam chamas ou insanos lutadores marciais.

Code-Vein-Imagem-2Porém são os chefões que se sobressaem, os bosses são únicos, com habilidades que serão ativadas em momentos oportunos, para eles é claro, grande força e mecânicas que serão aprendidas após alguns embates seguidos de mortes. É de se notar que a IA é bem eficaz, o que torna as pausas para se curar no meio do combate um verdadeiro teste.

Assim como foi dito anteriormente, o seu personagem possui habilidades únicas, tais quais reviver as árvores de sangue, uma fonte alternativa ao sangue humano e que há muito se encontram  escassas, e reviver fragmentos de memórias que estão espalhados pelos mapas. Estes fragmentos são de diversos personagens, conhecidos ou não, e através deles será possível liberar mais habilidades para determinados códigos adquiridos. O processo de purificação dos fragmentos nos leva à belas cenas, adentrando memórias que são desbravadas e nos aprofundam mais no mundo do jogo e na vida dos coadjuvantes.

Code-Vein-Imagem-6A trilha sonora é digna de nota, sintetizadores misturados com orquestras tornam épicas as cenas e apresentações, o metal é reservado aos embates frenéticos, e as lentas flautas e pianos tomam conta dos momentos mais frágeis, como as visitações nas memórias perdidas, ditando o tom melancólico necessário. A trilha é encaixada perfeitamente nas situações, não se tornando repetitiva e desgastante, além de ser muito bela.

Infelizmente nem tudo são rosas, assim como alguns de seus companheiros de gênero, Code Vein apresentam alguns problemas de desempenho, e apesar de rodar liso na maior parte do tempo, são notáveis as quedas que ele apresenta em alguns momentos, as vezes até em partes em que nada deveria causar estas quedas, como uma simples caminhada em uma área deserta do mapa. Não é nada que atrapalhe na jogabilidade, durante os combates as quedas foram praticamente poucas, se não nulas, mas ainda assim podem ser notadas durante a jogatina.

Code Vein é, ainda que com alguns pormenores e a necessidade de uma atualização de correções, uma grande adição ao gênero que se popularizou por trazer altas dificuldades com doses de raiva, mas não se satisfaz em apenas ser mais um, assim diversificando o meio à sua própria maneira, com novas mecânicas e seu próprio estilo, quais não seriam surpresa se fossem reaproveitados e reformulados para moldar novos títulos e assim continuar a expandir o gênero.

Code-Vein-Imagem-4


PRÓS

+ Bela narrativa, tanto para fãs de anime quanto para alguém que queira curtir uma boa história.

+ Sistema de combate excepcional, sua fluidez e eficácia são um destaque do título.

+ Bom aprofundamento com os coadjuvantes, backgrounds bem explorados.

+ Trilha sonora proeminente.

+ Criação de personagem completa e muito diversificada.

+ Dificuldade justa conforme a proposta, elevando a qualidade ainda mais nos combates de bosses.

+ Uma boa gama de atividades fora a história principal.


CONTRAS

– Desempenho precisa de uma atualização de melhoria, mesmo que as quedas não sejam constantes.

– Inicio é bem genérico quanto a inimigos e mapas, porém melhora gradativamente.

– Obrigatoriedade em se carregar duas armas proporciona problemas de peso do personagem.


NOTA FINAL: 8.0/10

Jogo fornecido digitalmente pela Bandai Namco.

Anúncios

Deixe uma resposta