Produzido pela Cleaversoft, EarthNight é um auto-runner sem fim e seu objetivo é derrotar os dragões que cercam a Terra através dos protagonistas Sydney e Stanley.

Cada nível começa com você saltando da sua nave e aterrissando nas costas de um dragão. À medida que você corre, as costas do dragão ondulam com seu voo, ocasionalmente jogando você no ar.

Ao longo do caminho, você coleciona poderes e evita obstáculos e inimigos. Os dois personagens do jogo têm habilidades ligeiramente diferentes. Sydney possui um salto duplo e uma corrida no ar. Stanley, enquanto isso, tem saltos longos e altos separados em botões diferentes. A diferença entre os dois personagens dá ao jogo um pouco mais de valor e o torna um pouco menos repetitivo.

earthnight-gameblast.gif

O jogo, na sua grande parte, é lindo. Seus gráficos 2D têm uma certa nostalgia retro, mas atualizados com arte desenhada à mão. Há também uma trilha sonora de chiptune energética e atmosférica de Paul “Chipocrite” Weinstein, na primeira hora é agradável, mas ao longo do tempo optei por deixar o jogo no mudo.

O jogo era um exclusivo da Apple Arcade, e logo percebi que seria melhor ele ter ficado por lá. Entendo que se trata de uma jogatina casual, mas ainda assim é um jogo extremamente enjoativo até mesmo para o gênero.

Quanto mais rápido você corre no jogo, mais distante a câmera fica e isto chegou ao ponto de eu mal me ver no jogo. No celular, a câmera não se distancia tanto, já no Switch esse problema se agravou. Me pergunto como ficaria na TV.

Reparem o  tamanho do personagem na imagem abaixo e compare com os demais inimigos:

GratefulBraveKob-poster

Além disto, o jogo travou umas duas vezes enquanto eu mudava de Atmosfera. Aí eu era obrigado a fechar o jogo e o abrir novamente, o que é ainda mais frustante pelo fato do jogo ser um auto-runner.

EarthNight-screen-1

RESUMO:

Quer jogar um jogo mobile no teu Ps4, Xbox ou Switch? Ta aí um opção. O jogo tá excelente, no celular. Se você tem um Switch e procura jogos de pequena duração pra jogar na rua e curte matar dragões, cai dentro de EarthNight e se divirta.


PRÓS

+Jogatina rápida

+Dois personagens com mecânicas singulares

+Gráfico retrô com uma pitada de arte manual dá charme ao jogo


CONTRAS

-Música se torna enjoativa rapidamente

-Apresenta alguns travamentos (joguei no Switch)

-Câmera se distancia demais do protagonista à medida que ele corre

-Pouca diversidade de adversários


NOTA FINAL: 5,5/10

Jogado no Nintendo Switch, com utilização de código digital.

Anúncios

Deixe uma resposta