Boku no Hero é um anime que vem cativado seus fãs e vem ganhado cada vez mais força tanto no Mangá, quanto no Anime e nos jogos. Bandai Namco está lançando hoje o “My Hero One’s Justice 2”, Game de luta baseado no Anime nas proximidades da quarta temporada. Antes do jogo chegar para Xbox One, PS4, Nintendo Switch e PC, tivemos a oportunidade de testa-lo.

“TIME QUE ESTÁ GANHANDO, NÃO SE MEXE”

O jogo repete a fórmula do primeiro jogo em quase tudo. É o mesmo sistema de combate, com algumas mudanças gráficas e mudanças em golpes, além de um equilíbrio de dano (aparentemente já focando no competitivo). A destruição de cenário é a mesma também. A maior das novidade são os novos cenário e uma imensa adição de novos combatentes ao elenco, respeitando os arcos da quarta temporada do anime, sem contar com o Figther Pass que me leva a crê que terá ainda mais adições ao elenco, que já é quase o dobro da edição anterior. Se você não jogou o primeiro, fique tranquilo. Farei o Review explicando detalhadamente e sem mencionar o antecessor.

MyHero

GRÁFICO

O jogo está muito bem polido. A movimentação dos personagens está fluida, seja correndo, batendo ou apanhando. O cenário também é mega detalhado além de ser satisfatório destruí-lo usando o adversário como bola de demolição.

my-hero-ones-justice-2-trailer-izuku-one-for-all-completo

MODOS DE JOGO

  • História – Avance baseado fidedignamente o Anime;
  • Missão – Enfrente inimigos e realize os objetivos;
  • Batalha Livre – Crie regras de batalha, defina um número de jogadores e desfrute de batalhas locais com até 4Player’s;
  • Rede – Lute contra jogadores online;
  • Arcade – Selecione sua equipe e tente enfrentar o máximo de CPU’s possível;
  • Treinamento – Pratique combos.

MODO HISTÓRIA

Como mencionei acima, é bem fiel ao Anime e está focado na quarta temporada, no arco de Yakuza e os Oito Preceitos da Morte.

O modo flui bem, mas algumas coisa me incomodam. Primeiramente o modo história é muito fragmentado, todos os capítulos são só de uma luta, e as vezes é só diálogo. Os capítulos poderiam ser maiores, englobando mais de uma luta ou diálogos . Para ter noção, cada capítulo representa menos de 2% do jogo. Outro detalhe é que até agora não rolou uma cutscene. A história toda do jogo é explicada por meio de quadrinhos.

COMBATE E GAMEPLAY

As mecânicas de combate são simplistas e não há muito o que aprender, a questão é dominar os timing das esquivas, bloqueios e ataques não bloqueáveis.

MY-HERO-ONES-JUSTICE-2-4

Os comando variam entre golpes fracos e forte e tem combo facilitado, além disto você tem a investida, defesa, ataque não bloqueável, esquiva, pulo e pulo duplo. O jogo possui um sistema de Sidekick que são até dois ajudantes que você pode selecionar e usar, também tem os especiais que podem consumir até 3 barras de especial, o especial de 1 e 2 barras são singulares enquanto o de 3 barras usam os sidekick’s e dependendo do time tem até uma cutscene.

Enquanto que pra fazer os combos não há dificuldade, você precisará queimar os neurônios para realizar um defesa perfeita e sair de um combo. O timing de defesa tem que perfeito, e isso é bem desafiador.

PERSONALIZAÇÃO

A medida que você avança em alguns modos, você ganha itens de personalização que podem ser usado em qualquer personagem ou em um específico. A quantidade de itens é impressionante, a ideia é deixar seu herói/vilão único na hora de jogar online. Você pode deixar três outfits prontos para cada personagem, pra facilitar na hora de mudar a customização.

RESUMO

Um jogo de luta onde o fator principal é a diversão e carisma dos personagens, uma gameplay que é fácil e desafiadora ao mesmo tempo, desta vez com muito mais personagens. Dê uma chance para este jogo e não se arrependerá, fora que ainda tem o Figther Pass com possivelmente mais personagens.


PONTOS POSITIVOS

+ Grande quantidade de personagens

+ Comandos fáceis mas desafiadores

+ História fiel ao Anime

+ Vasta variedade de personalização

+ Gráfico bem polido, tanto na movimentações quanto na destruição de cenário


PONTOS NEGATIVOS

– Modo história muito fragmentado

– Modo história é apresentado apenas através de quadrinhos, não possuindo uma cutscene


NOTA FINAL: 8,5/10

Fornecido pela Bandai digitalmente, para Xbox.

Anúncios

Deixe uma resposta