grandguilds_logo_black

Grand Guilds é um RPG tático com elementos de card’s completamente único e desafiador. Percorra as terras de Irin, um continente à beira de um guerra, juntando companheiros para a sua equipe pelo, além de combates e reviravoltas do enredo.

HISTÓRIA

O começo é um belo “clichêzão”. Há alguns anos ocorreu uma guerra entre as Guild’s, depois disso teve um período de paz, até acontecer uma confusão que faz surgir no horizonte uma possível nova guerra. O jogo começa com Eliza, e de repente um homem mascarado chega invocando caveiras e fazendo balburdia no reino. É tudo muito rápido, mas sem nenhuma novidade.

img_06

Se percebe que isto ocorreu em todos os reinos e então Eliza parte em busca de descobrir quem é o homem mascarado. No caminho Eliza encontra pessoas de outras guilds e logo se juntam para descobrir o mau em comum. Cada personagem tem uma história singular, que é de uma qualidade excelentíssima. As reviravoltas do enredo também são excepcionais.

GRÁFICOS

Ao ver o trailer do jogo acima, ressalto algo: o jogo está muito mais lindo que o trailer. No jogo há opções gráficas e no máximo o jogo está impressionante e com um detalhismo ímpar para o gênero, só não entendi o motivo de colocarem o trailer com gráfico inferior. O lado bom é que nas configurações mínimas, consegui jogar em um Notebook da CCE, ou seja, roda em um PC simples.

GAMEPLAY

Essa é a cereja do bolo, já que nunca vi algo parecido. O jogo é um RPG tático e isto não é novidade, inclusive fiz o review de um esta semana, tudo mudou quando adicionaram um sistema de cartas que recorda Hearthstone.

img_01

Apesar de encontrar diversos companheiros, durante o combate a equipe se limita à 3. Cada personagem começa com 5 de “energia” e um deck própio, andar gasta 1 e as ações que você pode fazer vai depender de quais cartas irão pra sua mão. Cada carta tem seu custo de energia, sua ação, algumas distribuem buffs e/ou debuffs. É uma mecânica tão sensacional que juntou a satisfação de vim um carta boa e na hora perfeita, com a satisfação de ganhar um RPG tático. Alegria em dobro!

GrandGuilds

O deck individual pode ser personalizado (igual Hearthstone), e eles também tem slots de passiva que podem lhes dar mais atributos ou ações, muita liberdade presente pra fazer do seu jeito.

img_03

Cada personagem é de uma classe singular. Guerreiros, Arqueiros, Magos, Lanceiros e muito mais. Tudo isto pra ficar bem a vontade na hora de montar a equipe perfeita com um deck perfeito.

img_05

Cada novo personagem tem suas próprias sidequests, que além de dar XP extra pra equipe, trás mais detalhes da história do personagem e algumas cartas extras. Tá sem pressa pra zerar o jogo? Faça as sidequests.

img_04

RESUMO

Perfeição para quem ama o gênero. O sistema de cartas além de o tornar único o tornou desafiador e satisfatório. História começa clichê mas fica interessante com o tempo. A gama de personagens e a liberdade dos deck’s e passivas são um divisor de águas também. Entre os jogos de PC que fiz review aqui este é o segundo melhor, perdendo apenas para o Children Of Morta (mas são gêneros diferentes) . Uma honra jogar este jogo, tá na lista de “favoritos”.

OBS: Se tivesse PvP daria um ótimo competitivo


PONTOS POSITIVOS 

+Gráfico bem definido e com opção de ajustes que permitem rodar em quase qualquer PC;

+Sistema único que mescla RPG tático e elementos de card’s;

+Singularidade dos personagens;

+Reviravoltas no enredo bem elaboradas;

+Sidequests recompensadoras;

+Jogo com dificuldade progressiva;

+Liberdade na personalização de deck e passivas.


PONTOS NEGATIVOS

-Não tem legenda PT-BR, dificultando alguns para entender a história do jogo.


NOTA FINAL: 10/10

Disponibilizado, via Steam, pela Drix Studios

Anúncios

Deixe uma resposta