Wartile é um jogo de tabuleiro de estratégia e aventura com temática nórdica, desenvolvido pela Playwood Project e publicado pelas empresas Deck13 e WhisperGames inicialmente em 2017 para PC, e recentemente para PlayStation 4 e Xbox One.

Aqui temos um jogo de gerenciamento de tropas viking em expedições e batalhas baseadas em turno, mas também em tempo real. Durante as missões, é possível realizar alguns objetivos secundários que lhe garantirá novas armas e armaduras. Ao fim destas missões, pode-se recrutar novos guerreiros para sua tropa, aprimorá-los e selecionar suas habilidades especiais, equipar as diferentes armas e armaduras adquiridas e escolher as cartas de habilidade para o seu arsenal.

Como um jogo de tabuleiro, o combate em Wartile funciona da seguinte forma: você move os personagens pelas “casas”, e quando estiver perto o suficiente de um inimigo, seu personagem começará a atacá-lo automaticamente. Durante toda a missão, você poderá usar as habilidades dos personagens ou as cartas de habilidade que carrega consigo. É possível também atrair inimigos para atacar um personagem seu em específico, localizar armadilhas no chão, paralisar o inimigo com um golpe de escudo, entre outras coisas, que tornam o combate muito mais divertido e estratégico. Outro detalhe que vale ser mencionado e que favorece nos combates é a mecânica de pressionar um botão para deixar o jogo bem mais lento. Isso favorece demais em momentos onde várias coisas estão acontecendo e você precisa se concentrar em todos os detalhes ao mesmo tempo.

Ainda sobre o combate, o jogador não se limita somente a mover seus guerreiros de maneira consistente, mas também deve usar as habilidades desbloqueadas de cada personagem, que assumem a forma de cartas, o que é uma mecânica um pouco estranha. À medida que os níveis aumentam, cada um dos personagens recebe essas ações, mas o uso de cartas não é tão intuitivo quanto deveria e, embora pareça besteira dizer, a simples ação de escolher uma e usá-la contra o alvo pode custar muito caro, se não fizer isso com precisão e agilidade.

Graficamente o jogo está muito bonito, embora não haja tantos detalhes no desenvolvimento de animações de personagens e movimentação nos cenários. Os personagens são todos como figuras em miniatura, e os cenários são todos inseridos em uma espécie de diorama. Graças à ótima movimentação de câmera e visão aérea, é possível ver quase todo o diorama, e também os personagens de perto ou longe, se preferir. Os efeitos sonoros foram bem produzidos e a música, embora sutil, consegue
tornar a experiência agradável.

À medida que avançamos no jogo, as missões podem se tornar um pouco repetitivas, e o valor de replay é zero. Wartile, no entanto, é um jogo com uma estética muito atraente e uma jogabilidade interessante. Um adendo deve ser feito a respeito da péssima tradução do jogo, que mostra textos em inglês, e somente as vezes em português. Apesar de não ser meu estilo de jogo, esta é uma escolha muito boa para os fãs de jogos táticos e baseados em turnos.


Prós

+ Gráficos e ambientação impecáveis

+ Mecânica de câmera lenta é bastante útil

+ Trilha sonora agradável

+ Um belo jogo de tabuleiro em tempo real


Contras

– Animações pouco trabalhadas

– Sem valor de replay



NOTA FINAL: 8.0 / 10.0

Jogo analisado no PlayStation 4 com código fornecido pela WhisperGames.

Anúncios

Deixe uma resposta