Wasteland 3 é um CRPG desenvolvido pela inXile Entertainment e publicado pela Deep Silver, disponível para Playstation 4, Xbox One e Windows.

O mundo pós apocalíptico de Wasteland 3 foi feito para ser aproveitado lentamente: é bem escrito, tem personagens cativantes e, é claro, muita liberdade para os jogadores.

Sei que CRPGs podem parecer intimidantes, especialmente para jogadores não habituados ao gênero, e embora Wasteland 3 esteja no mesmo patamar que RPGs clássicos como Pillars of Eternity and Divinity: Original Sin 2, ele consegue ser MUITO mais acessível. Digamos que o gameplay de Wasteland 3 pode ser definido como uma mistura entre Fallout e XCOM. Possui a escrita, a temática, e a construção de mundo típicas do primeiro, e as mecânicas de combate do segundo.

O desenvolvimento de personagens faz parte do cerne de Wasteland 3, além de ser muito divertido. Cada personagem possui uma lista de atributos básicos, habilidades e vantagens que poderão ser melhorados ou aprendidos conforme evoluem. O ideal é criar um grupo balanceado, que complemente as habilidades da dupla escolhida no início da campanha. Há um modo multiplayer online para dois jogadores, que controlarão cada um o seu próprio esquadrão de rangers.

Outro fator importante que precisa ser mencionado é que as habilidades dos personagens influenciam nos diálogos e escolhas do jogo. Uma mesma situação poderá ser abordada de maneiras completamente distintas dependendo da forma que você evoluiu seu grupo. Houveram inúmeros momentos que lamentei não ter desenvolvido uma ou outra habilidade específica.

O sistema de diálogos é robusto e as linhas de diálogo são realmente muito bem escritas (e cheias de humor ácido, diga-se de passagem), e uma simples escolha errada poderá ser suficiente para destruir a sua reputação com alguma das facções do jogo. Aliás, os membros que você adiciona ao seu grupo podem te abandonar ou até mesmo te atacar caso você aja contra os princípios deles.

O enredo é muito bom e, embora ocorra após os eventos de Wasteland 2, apresenta uma história que se sustenta sozinha, então não se preocupe caso seja seu primeiro contato com a franquia. Acredite, você saberá tanto sobre o mundo de Wasteland 3 quanto seus protagonistas, que se vêem presos em uma Colorado pós apocalíptica e sem muitas opções.

Mas, como sempre, nem tudo são flores: o jogo apresenta sérios problemas de performance (ao menos no PS4 padrão). Quedas na taxa de quadros e na performance geral, personagens presos em objetos do cenário ou simplesmente desaparecendo, além de outros bugs menores que acabam sendo um pouco mais frequentes que o esperado. Hoje mesmo foi lançada a versão 1.06 do jogo que, embora corrija muitos dos problemas – em especial os de performance -, não deixa o game isento de bugs e glitches. Torço para que sejam lançados mais patches de correção no futuro.

CONCLUSÕES
Wasteland 3 é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores CRPGs da atual geração de consoles. Complexo sem ser intimidante, consegue oferecer uma experiência balanceada capaz de agradar novatos e veteranos no gênero. Alguns bugs e glitches acabam tirando um pouco de brilho do jogo, mas acabam sendo compensados pela escrita inteligente e pelo gameplay primoroso.

PONTOS POSITIVOS
+ Desenvolvimento de personagens exemplar;
+ Roteiro extremamente bem escrito;
+ É como jogar Fallout, mas com os combates estratégicos de XCOM.

PONTOS NEGATIVOS
– Há uma série de bugs e gliches que precisam ser corrigidos;
– Não há localização para o português, o que pode incomodar alguns jogadores.

NOTA: 9,0 de 10,0

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s