Acendam as fogueiras e vamos colocar esses robôs. que são um desafio ambulante à natureza, para guerrear. O destruidor de exércitos Dieselpunk, Iron Harvest, uma aventura RTS caprichosa de história alternativa que revisita os vários extremos da morte imperial da Europa pré-Primeira Guerra Mundial e imagina como eles se sairiam com algumas dezenas de robôs gigantes. Iron Harvest nos dá a condição de finalmente assumir o comando dos pesados ​​mechs de ferro do desenvolvedor King Art.

Situado no universo de 1920+ do artista Jakub Rozalski, Iron Harvest tem uma base muito forte para construir. Mas que mundo não seria melhorado com algumas centenas de mechs?

Iron Harvest pinta uma Europa alternativa da virada do século: pastoral, imperial e inundada por grandes robôs assassinos. Cada lado, a República, o Tsardom e o Império respectivamente, tem seu próprio exercito contando com homens de metal maciços, ao lado de multidões de soldados de infantaria com armas mais convencionais.


Com o clima definido por uma cinemática no início do beta do jogo, a campanha de Iron Harvest leva os holofotes no trailer de lançamento. Sim, ainda há muita guerra de mud n ‘banners com Gundams movidos a vapor, mas também vemos algumas fotos de generais vestidos de forma extravagante cavalgando para a batalha e se envolvendo em combates à moda antiga. Coisas importantes que estão nos detalhes.

Mas mais do que apenas uma estética, Iron Harvest parece ser um jogo de estratégia sólido adequado, um que recorda grandes jogos do gênero Company Of Heroes e Dawn Of War. Os tamanhos dos exércitos são pequenos, mas não minúsculos, disputando pontos de controle em mapas de ritmo restrito enquanto constroem bases nebulosas nos cantos.

O jogo é desafiador, mas não agitado. Mesmo unidades básicas de infantaria podem demorar um pouco para se exterminar, e seus colossos industriais do tamanho de um prédio podem levar uma surra antes de serem derrubados, em épicas trocas de artilharia de minutos fogo.

O gráfico é bom, direto ao ponto e simplista nos detalhes. A mecânica e a ideia centrail steampunk / mech pós-1ª Guerra Mundial, são únicas, poucos jogos exploraram esse aspecto antes.

RESUMO

Infelizmente RTS não é o estilo favorito por aqui no Brasil. Iron Harvest explora uma área inovadora mas com mecânicas similares aos melhores do gênero, ambos fatores me fizeram curtir o game. O estilo de arte também agrada, apesar de simplista.

A jogatina apesar de estática é extremamente desafiadora e os comando são práticos até. O jogo já está disponível para Pc, via Steam e Epic Games Store.


PONTOS POSITIVOS

+Comandos fáceis, pro gênero
+Inovador
+Jogatina desafiadora


PONTOS NEGATIVOS

-Gráficos simplistas
-Ausências de alguns comandos
-Gameplay muito parada


NOTA FINAL: 7/10

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s