Vigil: The Longest Night é um jogo de plataformas em ação 2D com combate técnico preciso e uma narrativa forte. Inspirado em Salt & Sanctuary e Castlevania, Vigil: The Longest Night visa desafiar os jogadores com sua dificuldade, enquanto os compele com uma história de horror. Siga Leila em sua missão para salvar sua cidade natal do mal rastejante que infesta a paisagem circundante. Navegue por um mundo que vagueia entre sonho e realidade, sanidade e loucura, e descubra o segredo da noite mais longa e as entidades monstruosas que invadem seu mundo.

O jogo já está disponível para Ps4, Xbox One, Switch e Pc desde de ontem, 14 de Outubro.

Vigil é mais um metroidvania indie que entra no mercado. Alguns fazem grandes feitos, como Hollow Knight e Bloodstained, outros decaem rapidamente. Vigil conseguiu ser um meio termo pelo fato de ter uma história fascinante fascinante e combate desafiador, porém é um metroidvania bem raiz com basicamente nenhuma inovação.

HISTÓRIA

O mundo está coberto pela escuridão, sem o sol e mergulhado nas trevas. A longa noite trouxe diversos monstros para Vigil: The Longest Night e cabe você, no papel de Leila, destruir as criaturas enquanto busca sua irmã perdida. A membro da vigília, uma ordem de guerreiros, não foi treinada para combatê-los, mas sua versatilidade garante sua sobrevivência. A história é bem curta e direta, a ponto de que qualquer coisa além sobre a história posso considerar como spoiler. O jogo é focado na ação e na dificuldade mas isto veremos em breve.

A forma como o roteiro te guia realmente envolve a sua história com os demais e faz você se importar com o que está acontecendo ali. A saga de Bruna, por exemplo, apesar de fazer parte da quest principal te dá bons momentos de investigação.

O mistério em Vigil: The Longest Night está em todo o lugar, desde salas ou passagens secretas enquanto explora as áreas até a história, que está repleta dele. As pessoas por aqui também escondem bastante coisas e cabe a você descobrir o que está nas entrelinhas para resgatar pistas do que pode ter rolado com a irmã de Leila. E isso te incentivará a seguir até o derradeiro fim da saga, por bem ou por mal.

GAMEPLAY

Vigil é extremamente versátil e desafiador. O combate é inteligente, além de lembrar bastante Bloodstained. Bater, rolar, estudar os movimentos do inimigo, usar itens quando necessário e atacar no momento certo. Qualquer erro certamente será fatal.

A árvore de habilidades é ampla, te dando a opção de melhoras as habilidades baseada no seu estilo de combate favorito ou até mesmo melhorar todos os status base como HP.

RESUMO

Metroidvanias como Hollow Knight, Dead Cells, Bloodstained, blasphemous e muitos outros possuem características que os tornam únicos. Vigil é um metroidvania old school focado em história, mistérios e combate de reações rápidas. Quer conhecer este gênero de verdade?! Este é o jogo mais fidedigno que conheço.


PONTOS POSITIVOS

+História envolvente;
+Repleto de mistérios e sagas secundárias;
+Combate inteligente;
+Arvore de habilidade extremamente fluida;
+Jogo extenso e desafiador.


PONTOS NEGATIVOS

-Nada inovador;
-Movimentação de ataque é “engessada”.


NOTA FINAL: 7,5/10

Jogado via Steam

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s