Desenvolvida pela Milestone, a franquia Ride chega ao seu 4º título com muitas novidades para apresentar. A série teve inicio em 2015, uma alternativa para os fãs de moto velocidade que queriam escapar dos já consolidados MotoGP e MXGP, também licenciados pela empresa. Trazendo uma simulação mais polida que seus antecessores, Ride 4 entrega o melhor de toda a série, ainda que com alguns percalços.

Para que o jogador sinta a imersão e conduza a moto com seu potencial máximo, é necessário que a mesma tenha um ótimo comportamento no asfalto e uma boa dose realística na simulação, e Ride aprimora seu já competente sistema de pilotagem, dividindo o mesmo em três níveis, o Simplificado, Avançado e Realista. A nomenclatura já fala por si, e apresenta as dificuldades que o piloto enfrentará. Infelizmente, ainda que a física tenha sido aprimorada através dos anos e seus antecessores, ela ainda deixa a desejar em alguns momentos. Nas curvas é muito fácil de se perder, qualquer mexida para o lado contrário e as chances de ir ao encontro do muro são grandes.

Para comandar a moto de forma satisfatória, é necessário um ótimo uso dos gatilhos para acelerar e frear, assim como um pouco de noção da física aplicada ao veículo e como este funciona na realidade. Não é necessário ser um expert no assunto, ademais o jogo já inicia em um tutorial, porém não há como duvidar que os já familiarizados, tanto com jogos quanto com pilotagem real, terão uma vantagem inicial.

O sistema de freios conta tanto com o dianteiro, que ajudará a manter o ritmo da motocicleta, quanto com o traseiro, que é mais sensível, e deve ser muito bem combinado com o dianteiro para manter a estabilidade na pista.

Uma novidade que afeta diretamente na jogabilidade é o novo sistema de desgaste pneumático, qual faz com que os pneus se desgastem conforme o estilo de pilotagem, agressivo ou suave, e o material, macio, intermediário ou duro. Dificultando assim as provas de resistência, fazendo com que o jogador tenha que conservar os pneus para garantir a vitória.

O sistema meteorológico também foi implementado, fazendo com que a pista receba alterações conforme o tempo vai passando na prova, proporcionando os estados de pista com chuva, molhada ou seca. Esse fator também afetará diretamente na jogabilidade e no desfecho da corrida.

O titulo permite a personalização completa dos métodos de pilotagem, como a ativação de frenagem combinada, ABS, traçado dinâmico, ajuste no nível de realismo da física, ajuda fora da pista, entre outras opções.

Um destaque final nas novidades fica por conta do sistema de I.A. Rival. O título conta com o sistema A.N.N.A., uma IA que é baseada na aprendizagem automática para melhor simular a pilotagem. Ainda que alguns erros aconteçam raramente, como acidentes na pista, o sistema é muito competente.

Os modos de jogo se dividem em Trajetória, Carreiras (Solo, Resistência e Contra o Relógio), assim como um sistema multiplayer online para até 12 jogadores. O modo trajetória é o destaque de Ride 4, e garante uma experiência completa no mundo automobilístico. O jogador terá que obter suas licenças e competir desde as ligas nacionais até os campeonatos mundiais, participando também dos eventos de exibição e as novas provas de resistência. Além disso, também é possível participar de eventos especiais dos fabricantes e obter licenças de pilotagem que melhoram a destreza do competidor. Ainda que seja o atrativo principal e proporcione muitas horas de jogo, a falta de uma narrativa faz com que o destaque dentro do gênero seja menor.

Os modos carreiras podem ser desfrutados pelos players sozinhos ou com amigos. Em Carreira Solo é possível criar uma competição própria, escolhendo os veículos, circuitos e condições climáticas, podendo competir com até 11 rivais. O modo Resistência apresenta competições com até 24 horas de duração, exigindo um maior controle do desgaste dos pneus, gasto de gasolina e as paradas nos boxes. Contra o Relógio é o modo mais simples, uma diversão para quem quer apenas correr e melhorar seu tempo nas pistas.

O multiplayer permite que os jogadores criem seus trajetos ou entrem em servidores públicos para competir. O sistema é bem estável e com uma ótima gama de opções, garantindo a diversão por horas. Infelizmente faz falta um sistema de tela dividida para o coop local.

Em Ride 4 o que não falta são opções na hora de pilotar, o título conta com 17 das marcas mais importantes mundialmente no meio, e mais de 170 motocicletas. Todas as motos surpreendem por sua fidelidade visual, sendo modelos exatos dos veículos reais. O jogo ainda conta com um sistema de personalização, permitindo a melhora nos componentes como motor, turbo e freios.

Ainda que graficamente o título esteja muito bem trabalhado nos modelos, os cenários em alguns momentos parecem um pouco ultrapassados, podendo gerar até mesmo uma estranheza em algumas pistas se comparar com a perfeição que se encontram as motocicletas.

Algo que chama muito a atenção e agrega um diferencial no título é o modo de customização completa dos visuais. Além de ser possível comprar outras vestimentas e motos, divididas entre as diversas marcas patrocinadoras e as montadoras, é possível criar e baixar visuais criados por outros jogadores, customizando todos os aspectos como capacete, carenagem e roupas.

Ride 4 é a evolução natural da franquia, trazendo diversas novidades nos sistemas de condução, porém peca em alguns pontos na física, que parece não condizer totalmente com o que deveria. O título ainda conta com um bom número de modos de jogo, um sistema online estável e sem problemas aparentes, assim como uma grande quantidade de opções de motos para se escolher, cada uma com suas particularidades e desempenhos diferenciados, o que traz uma longevidade para o jogo. O 4º título da franquia mostra que ela esta viva e têm muito pneu para queimar ainda.


PRÓS

+ Visuais fiéis das motos

+ Diversas opções de motocicletas para escolher

+ Sistema online estável

+ Customização dos componentes e visuais

+ Mecânicas novas bem implementadas


CONTRAS

– Física gera estranheza em alguns momentos

– Falta tela dividida para coop local

– Gráficos dos ambientes parecem ultrapassados


NOTA FINAL: 7.5 / 10

Código fornecido pela Deep Silver e testado no PS4.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s