Preparando o terreno para o vindouro The King of Fighters XV, a SNK traz a versão definitiva do décimo quarto jogo da franquia, originalmente lançado em 2016, entitulada The King of Fighters XIV Ultimate Edition.

KoF 14 foi o primeiro jogo da franquia principal lançado após um hiato de seis anos (KoF 13 foi lançado em 2010). O enredo dá continuidade à estória da franquia, iniciando um novo arco que introduz novos lutadores, incluindo Shun’ei, o novo protagonista, que encabeça a nova era de King of Fighters.

Antonov, um lutador russo bilionário, adquiriu os direitos para organizar e exibir o torneio que dá nome à franquia. Contudo, diferente de outros chefes da franquia, Antonov não possui qualquer motivação para organizar o King of Fighters além de provar ser o maior lutador que já existiu.

Quando comparado ao enredo dos outros jogos principais da série, KoF 14, que mal possui um, fica devendo. Há pouquíssima interação entre os lutadores e praticamente nenhuma cutscene (embora as existentes sejam extremamente bem feitas). A entidade demoníaca Verse, que aparece após a derrota de Antonov e atua como último chefe do jogo, surge sem qualquer tipo de explicação e contexto.

O sistema de combate, por outro lado, continua excelente. Fácil de jogar mas difícil de dominar. Dentre as novidades, podemos destacar o “max mode”, que permite realizar golpes melhorados (EX) através do preenchimento de barras de energia, as power gauges. Ao preencher pelo menos três das power gauges, o jogador poderá utilizar golpes especiais únicos, os “climax supers”. Há também um sistema de empurrões, que permitem lançar o oponente contra a parede, deixando-o vulnerável a combos.

No departamento gráfico, a KoF 14 “inova” substituindo os tradicionais gráficos 2D por modelos de personagens e cenários completamente tridimensionais, até então inéditos na franquia principal. Considerando o baixo orçamento da SNK e a modelagem feita por artistas novatos, o resultado é satisfatório. Entretanto, considerando jogos concorrentes como Street Fighter V e Mortal Kombat 11, KoF 14 fica claramente para trás.

A versão Ultimate conta com todos os personagens disponíveis através dos passes de temporada, totalizando 58 lutadores. Além disso, 10 pacotes cosméticos que podiam ser adquiridos através de DLCs também estão inclusos, contendo, dentre outros itens, roupas alternativas para Kyo, Athena e Geese. Para a versão de PS4, há ainda dez temas bem legais para serem utilizados no console.

CONCLUSÃO

The King of Fighters XIV Ultimate Edition é, sem sombra de dúvidas, a versão definitiva do décimo quarto título da franquia. Com a lista de lutadores expandida para 58 desde o início, e diversos modos de jogo tanto offline quanto online, ele oferece muitas horas de diversão tanto para veteranos da franquia quanto para aqueles que acabaram de chegar.

PONTOS POSITIVOS

  • Combate único e acessível, embora difícil de ser dominado;
  • Extensa lista de jogadores, muitos deles com roupas e cores alternativas.

PONTOS NEGATIVOS

  • Enredo praticamente inexistente;
  • A mudança para a modelagem 3D é desnecessária (mas compreensível em função dos avanços tecnológicos da mídia).

NOTA FINAL: 7,5 de 10,0

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s